Guia do Estomizado
                   

Guia do Estomizado

10 Vivendo com uma Estomia

10.1 Uma nova experiência
10.2 Contando a outras pessoas sobre a cirurgia
10.3 Roupas e a aparência
10.4 Alimentação e digestão
10.5 Voltando ao trabalho
10.6 Intimidade e sexualidade
10.7 Participando de esportes
10.8 Banho e natação
10.9 Crianças com estomias
10.10 Viagens
10.10.1 Viajando de avião
10.10.2 Viagem ao exterior

10.1 Uma nova experiência

Aprender a viver com uma estomia pode parecer uma grande tarefa. É semelhante a outras grandes mudanças na sua vida. Começar em um novo emprego, mudar-se para outra cidade, casar-se e ter filhos são todos exemplos de adaptação a um novo modo de vida. Inicialmente, você pode ter de ajustar-se aos aspectos estranhos dessas experiências e isso pode levar algum tempo. Ter uma perspectiva otimista da vida, paciência e senso de humor são chaves para adaptar-se a qualquer nova situação.

Depois da cirurgia, há momentos em que você pode se sentir desencorajado. Você pode se sentir sozinho e isolado. Porque a experiência toda é tão nova para você, você pode se sentir embaraçado, frustrado e inseguro. Sentir-se desencorajado é normal. Você pode chorar, ser hostil ou ficar com raiva ou reagir de formas que são incomuns para você. Falar com um amigo de confiança, uma enfermeira, um religioso ou, certamente, com outra pessoa estomizada pode ajudar você a respeito desses sentimentos. Você pode descobrir uma nova esperança e encorajamento.

Sua vida social pode ser tão ativa quanto era antes cirurgia. Você pode aproveitar viagens, eventos esportivos, refeições em restaurantes ou qualquer outra coisa que você desfrutava antes. Na primeira vez que sair de casa depois da cirurgia, você poderá sentir como se todo mundo estivesse olhando para a sua bolsa, ainda que ela não esteja visível sob sua roupa. Você pode sentir sua bolsa no corpo, mas ninguém pode vê-la. Tenha em mente estas questões: você sabia o que era uma estomia ou onde ficava um estoma ou com o que ele se pareceria antes de fazer a cirurgia?

Você também pode ficar preocupado com a sua bolsa ficando cheia de gás e inchando embaixo da roupa. Uma rápida ida ao banheiro pode resolver esse problema. Se você estiver preocupado com a sua bolsa ficar cheia imediatamente depois de comer num evento social, lembre-se de que pessoas sem estomia muitas vezes precisam ir ao banheiro depois de comer e ninguém pensará que isso é incomum se você fizer o mesmo. Você provavelmente vai descobrir que precisa esvaziar o conteúdo e os gases da sua bolsa com menos freqüência do que precisa urinar.

10.2 Contando a outras pessoas sobre a cirurgia

Você pode ficar preocupado em saber se os outros irão aceitá-lo e sobre como o seu papel social poderá se modificar. É natural questionar-se a respeito de como explicará sua cirurgia. Seus amigos e parentes podem fazer perguntas sobre a sua operação. Você poderá explicar-lhes tudo o que quiser que eles saibam. Você não precisa sentir que tem de explicar a sua cirurgia a todo mundo que lhe fizer perguntas. Uma explicação breve seria que você sofreu uma cirurgia abdominal ou que você teve uma parte ou a totalidade do seu cólon removida.

Se você tiver filhos, responda as perguntas deles com simplicidade e sinceridade. Uma explicação simples será suficiente para eles. Uma vez que você tenha explicado o que é uma estomia, eles podem fazer perguntas a esse respeito e querer ver seu estoma ou a bolsa. Falar sobre a sua cirurgia de modo natural vai dissipar concepções errôneas que eles possam ter. Eles aceitarão a sua estomia na medida em que você a aceitar.

Se você estiver pensando em casar, o diálogo com o futuro cônjuge a respeito da vida com uma estomia e seu efeito sobre o sexo, filhos e a aceitação da família ajudarão a minorar falsos juízos da parte do cônjuge. Também freqüentar os encontros de grupos de apoio para estomizados será útil. Conversar com outros casais em que um dos parceiros tem uma estomia fornecerá um ponto de vista experimentado.

10.3 Roupas e a aparência

Você não precisa de roupas especiais porque as bolsas de estomia são bem achatadas e discretas. A pressão das roupas de baixo com elásticos não danificará o estoma ou impedirá o funcionamento do intestino. Entretanto, cintos apertados diretamente sobre o estoma devem ser evitados.

Se você estava doente antes da cirurgia, talvez descubra que pode agora comer normalmente pela primeira vez em anos. Ao retornar o seu apetite, você pode ganhar peso. Isso pode afetar as roupas que escolher mais do que o próprio sistema de bolsas.

Malha de algodão e roupas íntimas que tenham elasticidade podem dar a sustentação e a segurança de que você precisa. Meias-calças também são confortáveis. Uma simples cobertura para a bolsa traz conforto ao absorver a transpiração e impede que a bolsa fique em contato com a pele. Homens podem vestir cuecas do tipo boxer ou jockey.

10.4 Alimentação e digestão

Depois que a cura estiver completa e a estomia funcionando normalmente, muitas pessoas estomizadas poderão voltar a uma dieta regular. Se você tiver uma dieta especial em razão de doença cardíaca, diabetes ou outros problemas de saúde, deve perguntar ao seu médico sobre uma dieta que responda tanto a esse problema quanto à estomia.

Você pode se perguntar se ficará numa dieta limitada depois da cirurgia. Aqui estão algumas diretrizes simples sobre a sua dieta:

• É comum os médicos pedirem a seus pacientes que sigam uma dieta de baixos resíduos nas primeiras semanas depois de qualquer cirurgia abdominal. Isso inclui apenas alimentos que sejam facilmente digeridos e exclui frutas e vegetais crus. Esteja certo de descobrir o momento adequado de começar uma dieta regular. Coma todas as comidas de que você gosta, exceto aquelas proibidas pelo seu médico.
• Tente a cada dia uma comida que você não tenha ingerido desde a cirurgia. Coma pequenas porções no começo e então aumente gradualmente a quantidade. Se uma pequena porção lhe provocar câimbras ou diarréia, elimine essa comida da sua dieta temporariamente e tente outra vez dentro de algumas semanas.
• Beba muitos líquidos. Recomenda-se um mínimo de 5-6 copos de 200 ml de água por dia. A desidratação e a perda de eletrólitos (sais e minerais) são possíveis se fluidos suficientes não forem ingeridos no decorrer do dia. Aumente a sua ingestão de fluidos ao executar trabalhos pesados ou em clima quente.

10.5 Voltando ao trabalho

Ao retornar a sua força, você poderá voltar a suas atividades regulares. Se você voltar ao trabalho, pode desejar contar sobre a sua estomia ao seu empregador ou a um bom amigo. Sua abertura a respeito de sua estomia ajudará a educar os outros. Mantê-la em completo segredo pode causar dificuldades práticas.

Pessoas com estomias podem fazer muitos serviços. No entanto, levantar grandes pesos pode provocar uma hérnia ou um prolapso no estoma. Uma pancada súbita na região da bolsa pode provocar um deslocamento da bolsa ou da barreira e cortar o estoma. Ainda assim, pessoas que têm estomias levantam grandes pesos, tais como bombeiros, mecânicos e motoristas de caminhões. Você pode usar um cinto para sustentar o abdômen quando levantar pesos. Há atletas que têm estomias. Fale com seu médico sobre o seu tipo de trabalho. Como acontece em todas as grandes cirurgias, levará tempo para que você recupere as forças depois da operação. Uma carta do seu médico para o seu empregador pode ser útil, caso o seu empregador tenha dúvidas a respeito de suas capacidades físicas.

Empregabilidade e segurança são problemas para alguns indivíduos. Se essas questões surgirem, procure a ajuda de profissionais de saúde e/ou fale com outras pessoas que encontraram soluções para esses problemas.

10.6 Intimidade e sexualidade

Relacionamentos sexuais e intimidade são aspectos importantes da sua vida que devem continuar depois da cirurgia de estomia. A sua atitude é um fator-chave no restabelecimento da expressão sexual e da intimidade.

A função sexual nas mulheres geralmente não é afetada, enquanto a potência sexual dos homens pode, às vezes, ser afetada, usualmente de forma passageira. Discuta quaisquer problemas com seu médico e/ou com sua enfermeira de estomia.

Inquietações a respeito da sexualidade devem ser discutidas abertamente entre você e seu/sua parceiro/a. É provável que ele/ela tenha ansiedades quanto às atividades sexuais devido à falta de informação. Um relacionamento íntimo é aquele em que duas pessoas se comunicam aberta e honestamente.

Na primeira vez em que você estiver numa situação de intimidade depois da cirurgia pode ser que as coisas não corram perfeitamente. Homens podem ter dificuldade para obter e manter uma ereção e mulheres, às vezes, sentem dor durante a relação sexual. Em geral, essas condições irão melhorar com o tempo. Seu interesse pelo sexo voltará gradualmente, na medida em que suas forças se recuperarem e as questões do auto-cuidado forem dominadas. O contato corporal durante as atividades sexuais comumente não prejudicará o estoma ou desajustará a bolsa do abdômen. Mini-bolsas ou tampões para o estoma também estão disponíveis para uso durante momentos íntimos.

A cirurgia de estomia pode apresentar mais preocupações para indivíduos solteiros. Quando contar a alguém especial depende do relacionamento. Parceiros/as de breves encontros casuais podem não precisar saber. Se o relacionamento se aprofundar e levar à intimidade, o/a parceiro/a precisa saber sobre a estomia antes de uma experiência sexual.

A gravidez em mulheres que sofreram uma cirurgia de estomia não é incomum. Antes de planejar uma gravidez, a mulher deveria discutí-la com seu médico. A estomia não é, por si mesma, razão para evitar a gravidez. Se você é saudável, o risco durante o parto parece não ser maior do que para outras mães. É claro que outros problemas de saúde que você possa ter devem ser levados em consideração e discutidos com seu médico.

10.7 Participando de esportes

Uma estomia não deve limitar sua participação em esportes. Contudo, existem algumas precauções a tomar. Muitos médicos não permitem esportes de contato por causa da possibilidade de ferimento para o estoma por causa de uma pancada forte ou porque o sistema de bolsa pode escorregar. No entanto, esses problemas podem ser contornados com uma proteção especial. O levantamento de pesos pode provocar hérnia no estoma. Verifique com seu médico a respeito desses esportes. Sem dúvida, existem pessoas estomizadas que correm longas distâncias, praticam levantamento de pesos, esqui, natação e participam de muitos outros tipos de atividades atléticas.

10.8 Banho e natação

Você pode se banhar com ou sem seu sistema de bolsa no lugar. Se você quiser tomar uma ducha ou entrar na banheira sem a sua bolsa, você pode fazer isso. A exposição normal ao ar ou o contato com o sabonete e a água não prejudicarão o estoma e a água não entra na abertura da estomia. Você também pode deixar a sua bolsa no lugar enquanto se banha. Banho de praia e natação são permitidos e você poderá usar sistema de tampão ou proteção. A natação é um ótimo esporte que trará benefícios ao seu corpo.

Além das várias opções de roupas disponíveis no mercado lembre-se de que, por questões de higiene, você deve sempre usar uma bolsa para nadar. Esvazie-a antes e não esqueça de consumir apenas alimentos leves.

10.9 Crianças com estomias

As instruções para o cuidado de estomias em crianças são as mesmas dos adultos. No entanto, elas precisarão freqüentemente de ajuda, principalmente as mais pequenas. Crianças recém nascidas ou incapazes de auto cuidado, precisarão de cuidado integral. Existem dispositivos especiais para crianças.

10.10 Viagens

Todos os tipos de viagem são possíveis para você. Muitas pessoas com estomias viajam extensivamente, incluindo acampamentos, cruzeiros e viagens aéreas ao redor do mundo. Uma vez que você deve se preparar para as viagens, aqui estão algumas sugestões:

• Leve consigo equipamentos em quantidade suficiente para durar toda a viagem e mais alguns extras. Dobre a quantidade daquilo que você acha que vai precisar, pois pode não ser fácil encontrar esses itens no lugar para onde você está indo. Mesmo que você não espere trocar sua bolsa, leve tudo de que precisar para fazê-lo. Saia de casa totalmente preparado. Descubra onde e quando os equipamentos estarão disponíveis antes de uma viagem longa.
• Quando ajustados confortavelmente, cintos de segurança não prejudicarão o estoma.
• Ao viajar de carro, mantenha seus equipamentos na parte mais fresca. Evite o porta-malas e a elevação sob a janela traseira.
• Quando viajar para outro pais leve seu material em quantidade necessária , lá pode não encontra-lo ou ser muito caro.

10.10.1 Viajando de avião

A bagagem enviada às vezes se perde. Quando você viajar, leve consigo um sistema de bolsa e equipamentos extras no avião. Pequenas bolsas de cosméticos com revestimento plástico ou kits de barbear podem servir. Devem ser colocados na sua bagagem de mão.

Para evitar problemas ao passar pela alfândega ou pela inspeção de bagagem, tenha uma declaração do seu médico afirmando que precisa levar consigo equipamentos de estomia e medicamentos. Outros problemas podem ser evitados se você tiver essa informação traduzida para a língua do país (ou países) que irá visitar.

10.10.2 Viagem ao exterior

Em países estrangeiros, a diarréia do viajante é uma doença comum em turistas, quer você tenha uma estomia, quer não. A causa mais comum para a diarréia é comida e/ou água contaminada. Também pode ser provocada por simples mudanças na água, comida ou clima. É bom evitar frutas descascadas e vegetais crus.

Pessoas com colostomias perdem água e minerais rapidamente quando têm diarréia. Por essa razão, você pode precisar de medicação para sustar a perda de fluido e eletrólitos. Seu médico pode lhe dar uma receita de medicação para controlar a diarréia. Você deve comprar os remédios no local onde mora, pois a receita pode não ser válida em outros lugares. Certifique-se de que é seguro beber água. Se a água não for segura, também não use gelo. Água engarrada ou fervida é aconselhável, bem como usar sempre água segura para as irrigações.

Antes de viajar ao estrangeiro, procure obter uma lista de médicos que falem o seu idioma nos lugares que irá visitar e dos custos das consultas.

Voltar à Apresentação

                   
imagem fegest